sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Lógica (ligeiramente) africana

Uma pessoa que esperou 4 (quatro) horas na urgência de um hospital público português acabaria por morrer antes sequer de ser atendida por qualquer um dos médicos presentes naquele serviço. O bastonário da Ordem dos Médicos, que se supõe ser português, concluiu que a culpa foi do primeiro-ministro do governo do País. Esta lógica parece-me algo africana. Embora admita que só ligeiramente.

2 comentários:

Mãe&Advogada disse...

Apetece cantar " the Harder They Come"

http://www.youtube.com/watch?v=xGE4dnrPPZQ&NR=1



não era muito mais correcto dizer aos Portugeses que o Estado se encontra tecnicamente falido, impossibilitado de cumprir os seus compromissos mais importantes para com cada um dos seus cidadãos ? e em especial, daqueles que precisam dele, para sobreviver e viver com um mínimo de dignidade? por, e para quê, iludir por mais tempo a verdade ?
se queremos viver com o mínimo exigível por qualquer Ser Humano, nele se incluindo o atendimento médico de urgência em tempo útil, temos ou não temos que sair do País e procurar essa assistência noutro lugar ?

Que ao menos tivessem a coragem de o dizer ! se o dinheiro não chega para todos ! se não querem pedir sacrifícios aos senhores deputados, nem aos governantes, nem aos administradores, nem nem nem a alguns poucos ! mas apenas ao povo ! em particular, ao que ainda vai habitando o Portugal profundo ! e o que ainda resiste à fuga para os grandes centros!

Fechar serviços que funcionam mal, e que custam muito dinheiro ao Estado, sem criar uma alternativa digna desse nome, é uma medida que até uma criança do ensino pré-primário seria capaz de tomar!

A dificuldade está em conseguir fechar o que não funciona e custa muito dinheiro,

só depois de abrir serviços que funcionam bastante melhor, gastando menos dinheiro !

Que justifiquem por favor o dinheiro que ganham !

Que pensem ! Que encontrem as soluções de que a Dignidade da Pessoa Humana não pode prescindir, sem com isso se evaporar !

E se não conseguem fazer melhor, demitam-se todos, e deixem outros tentar fazer melhor !

É o mínimo ! que podem fazer para honrar o vosso compromisso para com o Povo Português!

Será pedir muito?

Roberto Ivens disse...

Mãe&Advogada,

Desgraçadamente, parece que sim...