domingo, 30 de novembro de 2008

Judinhas

Confesso ser um distraído autor de blogue. Afinal, só agora me apercebi que o Nos Cus de Judas já fez um ano. Quem diria. Não tenho a certeza, mas creio ter batido o record da longevidade de escrita dos blogues por onde já passei. Deve ser do efeito angolano, pois por aqui tudo é muito longilíneo. Quando escrevi isto, a 4 de Novembro de 2007, não imaginava que estaria agora a justificar ter-me esquecido do primeiro aniversário. Ou que somaria entretanto 8.500 visitas ao que aqui escrevo, tudo de pessoas que não conheço pessoalmente, tirando a minha fiel Pilar. Muito menos que teria outros autores a escancararem-me a porta e a encimarem-me pretorianamente o blogue como seguidores. O que tenho considerado ter tanto de honroso quanto de inexplicável. Agora que me lembrei de me ter esquecido do aniversário, o que fazer? Até porque sou pouco dado a festins. Quando muito, como aconteceu no último, poderia fechar o blogue. Mas não desta vez, pelo menos enquanto o gozo ainda andar por aí. Então, talvez que, em época de crise, que não apenas financeira, pudesse juntar os custos da efeméride aos do mais conhecido Anónimo da blogosfera portuguesa, que fez o favor de publicar hoje um antigo texto meu. Bora lá então comemorar com uma cowboyada. Tchim tchim, Judinhas.

14 comentários:

João Paulo Toledo disse...

Parabéns pelo blog, novamente!
onde encontramos os seu antigos textos?

Saudações,
João Paulo

Anónimo disse...

Os meus parabéns. Comecei a le-lo, talvez, porque também tenho um filho aí em Angola. Como gostei fui continuando.
Também gostei do seu texto no "Anónimo". É outro blogue que visito diariamente.
Por isso não desista. Vá continuando. E boa sorte

Maria

Roberto Ivens disse...

JPT,

Obrigado. Os meus ex's andam por vários lados, como os seus autores. Uma corja de incógnitos, já se vê. Talvez vá recuperando alguns, com o tempo...

Roberto Ivens disse...

Maria,

Obrigado. Espero que tenha direito ao filho, no Natal...

Anónimo disse...

Não vou ter, não....

Maria

Sal Ober disse...

muitos muitos muitos parabens, mais que pelo blogue, pela boa disposição com que expoe as ideias. É fantástico! Sou e serei seguidor, da mesma forma que continuará a escrever até que lhe dê gozo, até me sentir bem aqui. E sinto.

saudações

http://coresemtonsdecinza.blogspot.com

Roberto Ivens disse...

Maria,

Lamento. Haverá, pelo menos, dois tugas a choramingar por aqui...

Roberto Ivens disse...

Sal Ober,

Obrigado. Haja, então, gozo para todos...

JúliaML disse...

Junto-me à festa, pois! Que some muitos e longos anos blogosféricos para nossa delícia!

Tchin,tchin!

Roberto Ivens disse...

Obrigado, Blue Eyes...

Migas disse...

Parabéns! Tal como tu, também me esqueci do primeiro aniversário do meu blog. ah ah ah Estou a ver que pertencemos ao mesmo clube: dos distraídos! :o)

Votos de um Natal muito feliz, no meio do calor. Também já passei o Natal aí, em 2006, e gostei. É uma experiência diferente. Desde que não estejam sozinhos, estou certa que passarão um dia tranquilo!

Abraço

JM Coutinho Ribeiro disse...

Este blogue merece existir por muito tempo, meu caro RI. E um ano já uma bonita conta, atendendo à normal pequema longevidade dos blogues.
Por isso, enquanto se divetir a fazer esta blogue, faça-o. Os seus leitores agradecam.
Um abraço
jmcr

Roberto Ivens disse...

Migas,

Obrigado. O maior drama em ficar por aqui será o de não poder fazer-me passar por Pai Natal por não ter trazido calções vermelhos...

Roberto Ivens disse...

Meu Caro CR,

Obrigado. Desejo-lhe um Natal com muito fumo... da lareira!